É comum que quem gosta muito de um bom cafezinho tenha a curiosidade de saber se está bebendo o melhor café do mundo, não é? Na verdade, a classificação do café varia bastante de acordo com o concurso. 

Mas quando se fala em país, é comum que o melhor café do mundo seja citado como sendo da Etiópia, pois é o país de origem da bebida. Além disso, até hoje possuem muito zelo na produção do café e têm nela a sua principal atividade econômica. São aproximadamente 3,8 milhões de sacas de café por ano.

No entanto, o maior produtor de café do mundo é o Brasil, que exporta boa parte da sua produção. Além disso, por muitas vezes, o país já ganhou o título de melhor café do mundo em alguns concursos. 

Saiba mais sobre a qualidade do café brasileiro e veja qual foi considerado o melhor café do mundo! 

Melhor café do mundo? Brasil se preocupa com a qualidade 

Talvez não seja possível gravar a afirmação de que o Brasil possui o melhor café do mundo. No entanto, é fato que o país se preocupa com a qualidade do que produz e do que vende. Prova disso é a existência da Associação Brasileira da Indústria de Café – ABIC desde 12 de março de 1973.

Essa é a representante das indústrias de torrefação e moagem que, além de visar defender a bebida e acompanhar tudo sobre o setor, também lançou o Programa de Autofiscalização da Indústria de Café, mais conhecido como Selo de Pureza ABIC. 

Esse selo visa elevar a qualidade do café vendido no Brasil e, ao mesmo tempo, sinalizar ao consumidor que ele está comprando um produto bom. 

Mas não é só isso. O país também investe em pesquisas na área, como as realizadas, por exemplo, pela Embrapa Café. Além disso, os produtores estão sempre se qualificando e tecnificando, visando obter o melhor produto e conquistar novos títulos de melhor café do mundo.  

Café brasileiro se destacou no 100ª edição mundial do Cup of Excellence

Um dos principais concursos que define o melhor café do mundo é o Cup of Excellence. Na 100ª edição mundial do Cup of Excellence, 21 produtores conquistaram notas superiores a 85 pontos (escala de 0 a 100).

Desta vez, o melhor café do mundo foi da Bahia. O campeão foi o lote do cafeicultor Cândido Vladimir Ladeia Rosa, da Chácara Ouro Verde. Ela fica em Piatã (BA), na Chapada Diamantina. O café obteve 94,05 pontos dos 100 possíveis. 

Na segunda colocação esteve Antonio Rigno de Oliveira, da Chácara São Judas Tadeu. Esse café recebeu 93,36 pontos, enquanto na terceira veio a produtora Zora Yonara Macedo Pina Oliveira, da Chácara Tijuco. Ela recebeu 92,26 pontos.

Também foi premiado Eulino José de Novais, da Fazenda Santa Bárbara, com 90,14 pontos. Esses quatro lotes são da Chapada Diamantina. Por terem conquistado mais de 90 pontos na escala de 0 a 100 do Cup of Excellence, também ganharam o troféu de cafés presidenciais.

Depois de tantas informações você ficou com vontade de um cafézinho? E agora, deve ou não colocar açúcar na água do café? Descubra aqui.