Quais os diferenciais do café descafeinado?

Você é daquelas pessoas que fica em frente à prateleira de café para observar os diferentes tipos? São muitas marcas, torras, indicações, entre outros, não é? E dentre essa variedade incrível há também o chamado café descafeinado. 

Você já provou café descafeinado? Quem bebe café para se manter mais acordado e alerta costuma não entender o motivo de alguém tirar a cafeína, que é o estimulante, da bebida. Há até quem garanta que é muito sem graça e compare o café descafeinado à cerveja sem álcool, ou seja, um produto que não faz o efeito esperado e que fica “sem graça”.

No entanto, para outras pessoas o café descafeinado é o que há de melhor. Afinal, se por algum motivo elas não podem ingerir a cafeína e gostam do sabor do café, o descafeinado é a solução.

Quer saber mais? Então descubra o que é café descafeinado e veja para que ele serve! 

O que é café descafeinado?

A cafeína, que está presente no café normal, é uma substância estimulante. Ela está presente não apenas no café, mas também no chá-mate e outras bebidas. Até mesmo em alguns refrigerantes. 

Quando o café é descafeinado, ele contém uma quantidade de cafeína muito inferior ao tradicional. No geral, sobram apenas de 1 a 3% da cafeína original, ou seja, é retirada 97% da cafeína. 

Como é feito o café descafeinado?

Para que a cafeína seja retirada, a semente passa por um processo diferente. E nele, o desafio é retirar a substância energética sem alterar o sabor. 

O primeiro a conseguir fazer isso foi o químico alemão Ludwig Roselius, em 1903. No entanto, a forma como ele conseguiu fazer isso não é a adotada atualmente. Hoje, há três técnicas, que são realizadas com o grão, e que conseguem retirar a cafeína e deixar a bebida em perfeito estado de consumo. 

Elas são feitas com gás carbônico, solvente ou com a lavagem dos grãos em água bem quente com alguns compostos químicos do café. Isso faz com que a cafeína saia do grão e migre para a substância sem cafeína. 

Para que serve o café descafeinado?

Se você sofre com ansiedade, provavelmente, o médico já sugeriu que você evite beber café. Afinal, a cafeína é um estimulante e pode acentuar as crises de ansiedade.

O mesmo vale, por exemplo, para quem tem labirintite. Cafeína em excesso pode levar a crises. Por isso, se a pessoa tem o costume de beber café o dia todo, vai ter que controlar esse impulso e diminuir a quantidade. Uma alternativa para esses casos, é optar pelo café descafeinado. Afinal, nele, a cafeína, que é o estimulante, está ausente, ou seja, não atacará a crise de labirintite, nem de ansiedade. 

Também é interessante para quem gosta de beber café à noite. Afinal, a cafeína pode causar insônia. Mas a pessoa pode aproveitar o sabor da bebida favorita sem perder o sono, ao optar pelo café descafeinado. 

Em suma, essa é uma bebida saborosa, estimulante e segura, que pode ser uma alternativa interessante para momentos nos quais a ingestão de cafeína não é desejada. 

Mas, assim como o outro, precisa ser bem guardado. Veja a forma correta de armazenar café!