entenda-como-funciona-a-producao-e-colheita-do-cafe

Entenda como funciona a produção e colheita do café

Entenda como funciona a produção e colheita do café

Muitos brasileiros não ficam sem o saboroso cafezinho pela manhã, mas poucos sabem como funciona a produção e a colheita do café, ou seja, qual é o processo percorrido para ele poder chegar às mesas dos brasileiros. Você conhece?

entenda-como-funciona-a-producao-e-colheita-do-cafe

Para ajudar você a conhecer um pouco mais da sua bebida favorita, nós separamos alguns passos importantes que essa semana passa, até chegar à sua casa. Confira e conheça mais sobre a produção e colheita do café! 

A produção de café começa pelo plantio 

Tudo começa na hora de plantar o café. A área deve ser adequada, plana ou levemente ondulada, em uma região na qual a declividade não seja maior que 18%. Depois disso, deve ser feito o preparo da terra, que pode ser mecanizada, como é o mais comum, principalmente em grandes plantações, ou manual. 

O solo precisa ser arado à profundidade de 20 a 30 cm. Posteriormente, é feito o plantio do café. O espaçamento entre uma muda e outra varia de acordo com o cultivar, tipo de solo, entre outros. 

O plantio é feito em período chuvoso e, ao redor da muda, é indicado o uso de cobertura morta. Isso ajuda a manter a umidade e a diminuir a brotação de ervas daninhas. 

Florada do café

O café que a gente bebe é uma semente e o fruto é quem protege essa semente. E quem dá origem ao fruto é a flor. Por isso, a florada é importante, pois se ela for intensa, a chance da produção ser boa é grande.  

A florada do café acontece, principalmente, na primavera Dependendo do caso, pode ser que ocorra mais de uma florada. Mas isso varia de acordo com o cultivar, clima, entre outros. 

Colheita 

A colheita do café acontece no período da seca que, comumente, ocorre entre março e setembro. Para saber se está na hora de fazer esse processo, o produtor observa a cor da casca do fruto que muda de verde para vermelho ou amarelo, dependendo da variedade.

Processamento  

Uma vez que o fruto tenha sido, é feita uma separação. Afinal, nem todos amadurecem ao mesmo tempo. Então é comum que alguns estejam verdes, outros maduros e no ponto certo, e outros já tenham passado da hora de colher. 

Depois disso, o fruto é descascado e despolpado ou lavado. Nessa etapa também são retiradas pedras e folhas que, por ventura, tenham caído junto aos frutos na hora da colheita. 

Na sequência, os grãos são testados para que possam ser classificados de acordo com a qualidade.  

Torrefação 

Antes de ser embalado e vendido para o consumidor, o café ainda passa pela etapa de torrefação. Ela precisa ser muito bem feita para que a sua bebida fique com o melhor sabor e aroma possíveis! 

Em suma, a semente “crua” é torrada, ficando seca e se tornando pronta para a moagem. A torrefação é feita em mais ou menos 15 minutos, entre uma temperatura que varia entre 180°C  a 240°C.

Depois de ler tudo isso você ficou com vontade de beber café? Então veja dicas de como fazer café na prensa francesa.


qual-a-forma-correta-de-armazena-seu-cafe

Qual a forma correta de armazenar o café?

Qual a forma correta de armazenar o café?

Além de escolher uma marca boa e seguir todas as técnicas de preparo corretamente, para garantir que a sua bebida favorita seja perfeita, é preciso ter cuidado ao armazenar o café. Afinal, depois de aberto, o pó acaba ficando exposto ao ar e até a outros elementos existentes na cozinha, pegando o cheiro e sabor de outros produtos, se não for corretamente guardado.

qual-a-forma-correta-de-armazena-seu-cafe

Isso, evidentemente, pode afetar o seu sabor e até diminuir aquele aroma delicioso. Por isso, é preciso ter cautela e armazenar o seu café corretamente. Para ajudar você nessa tarefa nós separamos algumas dicas. Confira e veja como manter a qualidade do seu café mesmo após aberto.

Dicas para armazenar o café corretamente 

Siga as dicas a seguir e mantenha as propriedades e o sabor do café depois de aberto! 

Escolha o pote certo

Muita gente tem o costume de deixar o café na própria embalagem. O problema é que dificilmente a pessoa vai conseguir deixar o pacotinho bem fechado, a ponto de ficar bem guardado. 

Por isso, a primeira dica para armazenar o café é ter um pote bem fechado. Pode ser de plástico mesmo, desde que seja bem vedado. Prefira os herméticos ou de tampa de enroscar. 

Além disso, é importante que o pote para armazenar o café seja opaco ou escuro, para evitar que o pó do café fique exposto à luz. Com esses cuidados, o produto ficará melhor acondicionado e você evitará que o café absorva o aroma de outros alimentos. Nesse caso, a estimativa é de que ele permaneça em boas condições entre 10 e 20 dias após aberto. 

Local do armazenamento

Além de ter o pote certo, para armazenar o café corretamente é preciso ter uma atenção especial com o local. Garanta que o pote fique em um local abrigado da luz solar, para evitar a luminosidade e também o calor do sol. 

Da mesma forma, para evitar o calor, opte por deixar o pote de café em um armário longe do fogão. Afinal, ao usá-lo é provável que o calor aqueça o armário e, consequentemente, afete a qualidade do café.  

Geladeira pode ser uma opção

Você já guardou café na geladeira? Algumas pessoas fazem isso, mas não é uma prática comum. Essa pode ser uma ótima opção de armazenamento do café, visto que quando armazenado longe do calor, o produto fica por até um mês, em boas condições, após aberto. No entanto, para que isso seja benéfico é preciso que:

  • O pote esteja bem fechado, já que na geladeira, comumente, são colocados alimentos com odor forte, que pode afetar a qualidade do café;
  • Retire a quantidade de pó, que será usada para o preparo, minutos antes, para que esteja em temperatura ambiente na hora de usar. 

Escolha o pacote certo

Como dissemos, após aberto o produto dura entre 10 e 20 dias, se bem-acondicionado. Por isso, se o uso de café em sua casa for pequeno, opte por pacotes menores, de 250 gramas. Isso permitirá que o uso seja mais rápido e evitará que o café fique aberto e guardado por muito tempo, perdendo o aroma. 

Gostou das dicas? Então aprenda a preparar drinks refrescantes com café


Conheça as sobremesas que combinam com um cafezinho

Conheça as sobremesas que combinam com um cafezinho

Conheça as sobremesas que combinam com um cafezinho

Café só pela manhã? Nada dia! Quem adora a bebida gosta de bebê-la durante o dia, até mesmo ao degustar uma saborosa sobremesa. 

O bom mesmo é que há vários doces que realmente combinam com café quentinho e fresco. Provavelmente, você deve imaginar que o bolo de fubá é uma ótima opção e combina bem com a bebida, não é?

Essa realmente é uma excelente escolha, mas há outras, que certamente poderão ser degustadas, acompanhadas de um bom café. Veja dicas e aprenda a fazer algumas!  

Conheça as sobremesas que combinam com um cafezinho

Quais sobremesas combinam com café cremoso?

Se você prefere beber café mais encorpado e cremoso, a dica é combiná-los com uma sobremesa feita com chocolate. O que acha de um bom pedaço de brownie, por exemplo?

Há uma receita simples, que pode ser uma boa opção. Você vai precisar apenas de 2 ovos e 100 gramas de chocolate 70% cacau. Separe as gemas e as claras e bata as claras em neve. 

Na sequência, derreta o chocolate em banho-maria, coloque as gemas e misture rapidamente, até que fique homogêneo. Com cuidado, adicione as claras em neve e mexa suavemente. 

Coloque a mistura em uma forma untada com manteiga em sal e leve ao forno preaquecido. Demora entre 20 minutos e meia hora para ficar pronto. 

Se quiser, finalize a receita com uma cobertura de chocolate. Pique 300g de chocolate ao leite e adicione uma caixinha de creme de leite. Leve ao fogo mexendo sempre, até derreter. 

Café mais fraco e menos cremoso

Você prefere um café mais fraquinho e mais líquido? Em algumas regiões, esse é o tipo de café mais bebido. Nesse caso, prefira os doces mais cítricos. Um exemplo disso é um saboroso bolo de laranja. O que acha? Mousse de limão também pode ser uma ótima opção. 

Você vai precisar de:

  • 1 xícara de suco de laranja-pera
  • 3 ovos
  • 1/2 xícara de óleo
  • 2 xícaras de açúcar
  • Cascas de metade da laranja
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó

Coloque o suco, os ovos, o óleo, os sucos e a casca de laranja em um liquidificador. Bata até triturar as cascas. Na sequência, acrescente o açúcar, o trigo e o sal. Bata até ficar homogêneo. Por fim, coloque o fermento e misture lentamente.

Coloque em uma assadeira untada e leve ao forno preaquecido. Se quiser deixar mais úmido, coloque suco de laranja para molhar a massa pronta.

Mousse de limão 

Outra opção de sobremesa para beber com café mais suave é a mousse de limão. Você vai precisar de uma lata de leite condensado e um terço da lata de leite condensado de suco de limão. Basta misturar os dois e colocar para gelar. A mousse está pronta e é uma ótima opção para degustar com café! 

Café ácido

Se o café for mais ácido, opte por um doce bem açucarado, para que obtenha um bom contraste. O pudim de leite é fácil de fazer e é uma ótima opção. 

Você vai precisar de uma lata de leite condensado, a mesma medida de leite, três ovos e uma xícara de açúcar. Bata os ovos, o leite e o leite condensado no liquidificador. Queime o açúcar, já na forma de pudim, e espalhe por ela. Uma vez caramelizada, coloque a mistura do liquidificador na forma. Asse em banho-maria. Sirva gelado.

Gostou das dicas? Quer aprender mais receitas? Então veja como fazer drinques com café.


Aprenda a descalcificar e higienizar sua cafeteira da maneira correta!

Aprenda a descalcificar e higienizar sua cafeteira da maneira correta!

Você tem quantas cafeteiras em casa? Expresso, com pó, de coar, de cápsula… São muitos os tipos e é comum que quem realmente gosta de café tenha mais de um deles. Por isso, é preciso ficar atento, pois algumas máquinas devem passar pelo processo de descalcificar e higienizar.

Alguns modelos têm, inclusive, um símbolo pedindo que seja feita a descalcificação, que é um cuidado essencial para a manutenção da cafeteira. Ela evita entupimento e aumenta a vida útil da máquina.

Descubra como descalcificar e higienizar a cafeteira corretamente!

O que é a descalcificação da cafeteira?

O pH da água interfere na calcificação da cafeteira. Quando ele está acima de 7 (alcalino), faz com que a calcificação seja ainda mais rápida. Mas como saber se está na hora de descalcificar?

No geral, a própria cafeteira automática avisa que precisa passar por esse processo. Em outros casos, no manual é possível encontrar informações sobre de quanto em quanto tempo a descalcificação deve ser feita.

Porque a calcificação acontece e a descalcificação é necessária? Toda vez que você vai fazer café, coloca água e esse líquido, por vezes, contém altos níveis de sais de cálcio e magnésio.

Esses minerais são muito importantes para a saúde. No entanto, quando aquecidos dentro da cafeteira, eles se quebram e originam o carbonato de cálcio. Este, por sua vez, se acumula e forma uma camada de calcário na cafeteira.

O tempo vai passando e o volume de calcário aumenta, formando uma camada espessa, que pode danificar a cafeteira. A bomba de água, por exemplo, acaba tendo que trabalhar mais e isso gera não apenas ruído, mas também maior desgaste.

Assim, a descalcificação é feita para impedir esse acúmulo e eliminar o calcário que já esteja na máquina. Vale lembrar que quanto maior o pH, maior a calcificação e mais importante é esse processo de descalcificar.

Como descalcificar cafeteira?

A descalcificação deve ser feita como descrito pelo fabricante, no manual de instruções. Entretanto, há uma maneira fácil de realizar o processo em qualquer máquina. Veja os passos:

  • Coloque meio litro de água no reservatório;
  • Adicione 2 colheres de ácido cítrico na água;
  • Deixe aquecer, como se você fosse passar café;
  • Coloque um recipiente para que a água caixa nela;
  • Ligue a cafeteira e deixe que metade da água com ácido cítrico passe;
  • Desligue e espere 20 minutos, para o ácido agir;
  • Ligue novamente e deixe passar o restante da água;
  • Por fim, encha o reservatório com água e deixe passar completamente;
  • Repita o processo duas vezes, para retirar o resíduo do ácido.

Quais os sinais de que a cafeteira pode estar precisando dessa limpeza?

  • A cafeteira fica mais lenta para preparar café;
  • O volume do café preparado fica menor;
  • Capacidade da caldeira diminuída;
  • Aquecimento maior ou menor do que o normal;
  • Entupimentos;
  • Barulho;
  • Diminuição da espuma do café.

Todos esses sinais podem sugerir que a sua cafeteira precisa de limpeza e descalcificação. Por isso, fique atento, pois a higienização é simples e pode salvar a sua máquina.

Gostou? Então aproveite e aprenda a preparar um café expresso italiano!


Como são feitos os desenhos no café com a técnica Latte Art

Você já viu ou já bebeu um café que vem com um desenho em sua superfície? As figuras são variadas e vão desde flores, até cachorrinhos. Para poder ser feita, o barista usa uma técnica conhecida como técnica Latte Art.

Ela exige muito treino e estudo. Afinal, desenhar sobre o café não é nada fácil, pois para conseguir fazer a figura escolhida o profissional derrama leite e creme, mais em uns pontos e menos e outros, para chegar ao formato pretendido. 

 

Quer saber mais? Então descubra tudo sobre a técnica Latte Art! 

O que é Latte Art?

Essa é uma técnica, comumente dominada por baristas, que consiste em fazer desenhos no café usando leite vaporizado. Assim, pode ser feita em bebidas a base de leite como, por exemplo, o cappuccino. Como as figuras costumam atrair e encantar o consumidor, pouco a pouco, os profissionais estão procurando se capacitar e aprender essa arte. 

Embora não se saiba ao certo quando a técnica Latte Art foi iniciada, esse tipo de atividade já era realizada no século XIX, na Itália, ou seja, não é nada muito recente, mas vem ganhando os consumidores agora. 

Principais técnicas de Latte Art 

Se você reparar bem, os desenhos são muito diferentes entre uma xícara e outra. Para conseguir isso, os profissionais precisam aprender diversas técnicas. 

Uma delas é chamada de grafismo e é feita usando chocolate, caldas e outros acessórios como, por exemplo, espátulas e palitos, que ajudam a dar o formato. 

Há também a técnica free pour. Essa é considerada uma das mais complicadas de aprender, pois, exige que o barista tenha bastante habilidade. Afinal, ela é feita com a leiteira e depende da inclinação correta para que o desenho escolhido seja formado. As figuras mais comuns, feitas com a técnica free pour, são o coração e a tulipa.

Por fim, há também a chamada de stencil art. Nesse caso, a canela ou o cacau é polvilhado sobre o café, com a ajuda de moldes. O desenho é formado de acordo com o molde. 

Para que servem as técnicas de Latte Art?

No geral, não há alteração no sabor da bebida, a não ser pelo fato de colocar calda, leite ou chocolate. Enfim, a técnica não é voltada para a saborização e sim para oferecer um mimo a mais para quem vai consumir o café.

Em uma cafeteria, por exemplo, é possível personalizar o atendimento. Para o casal apaixonado um coração. Para o tutor que ama o seu pet, um cachorrinho e assim por diante. 

Assim, quando o profissional se especializa nesse tipo de técnica, ele acaba podendo oferecer um diferencial para o estabelecimento. Consequentemente, atrairá clientes com a sua arte no café. 

Como aprender a fazer desenhos no café?

Algumas pessoas acabam tentando fazer esses desenhos em casa. Por tentativa e erro, quem é mais habilidoso, pode conseguir desenvolver alguns formatos. Entretanto, se você quiser se profissionalizar precisa procurar cursos sobre as técnicas de Latte Art.

Por falar em cursos, se você não é profissional da área e quer aprender mais sobre café, aproveite e conheça os principais cursos ligados ao mundo do café


6 curiosidades sobre a borra de café

O que você faz com a borra do café? Algumas pessoas simplesmente descartam no lixo, enquanto outras conseguem reaproveitar esse material de diversas maneiras. 

Afinal, a borra de café acaba sendo um material muito versátil sendo usada desde para fazer simpatia, adubar à terra e até para evitar o odor ruim na geladeira. Quer saber como tudo isso funciona? Então confira algumas curiosidades sobre a borra de café! 

 

Informações sobre borra de café que você provavelmente não sabe

Você pode fertilizar o solo 

A borra de café é matéria orgânica e pode ser usada para fertilizar o solo. No entanto, como o processo de decomposição vai consumir oxigênio, é indicado não colocar a borra direto no solo.

Uma alternativa é misturá-la à casca de fruta e deixar fermentar por 60 dias. Depois disso, use como adubo em seu canteiro. Também pode ser misturada ao esterco ou, quando a ideia for usar em vasinhos, a dica é misturar 100 gramas de borra a um litro de água. Depois disso, borrife nos vasos. 

Tirar cheiro ruim da geladeira

A geladeira está com um odor ruim e você não sabe mais o que fazer? A borra de café pode ser a solução. Para isso, junte um pouco de borra de café e coloque no sol para que seque bem. Depois disso, coloque em um copo ou potinho aberto e deixe na geladeira.  

Lavar as mãos

Por falar em cheiro, alguma vez você picou alho ou cebola e não conseguiu tirar o cheiro das mãos? Há temperos cujo odor é tão forte que fica fixo na pele. O problema é que nem sempre isso é agradável para a pessoa que cozinhou. 

Caso queira eliminar o cheiro de tempero das mãos, use borra de café. Deixe um potinho de borra seca perto da pia e use para lavar as mãos. O cheiro sai na hora! 

Limpar panela 

Está esfregando a panela e está difícil deixá-la bem limpinha? A borra de café pode ajudar a eliminar aquelas crostas mais difíceis. No entanto, é preciso ter um pouco de cuidado para ter a certeza de que o café não mancha o material da panela. 

Esfoliante

Você faz esfoliação no rosto? É comum que as pessoas façam isso misturando açúcar e o hidratante preferido. Mas, o que muitos não sabem é que no lugar do açúcar é possível usar a borra de café. Ela também ajuda na esfoliação de deixa um cheirinho bem agradável. 

Pigmento natural

Essa dica é para quem faz artesanato. A borra pode ser usada para colorir tecido e papel e deixar o material com uma tonalidade completamente diferente. Para ter uma ideia melhor, pense nos artesanatos feitos com filtro de papel usado. A coloração fica incrível e é feita pela borra de café! 

Por falar em coador, você sabe a diferença entre o de pano e o de papel? Descubra aqui


Conheça as melhores bebidas feitas com Café Gelado

Você já bebeu café gelado? Não, não é apenas deixar a sua bebida favorita ficar fria! Há várias misturas incríveis feitas com café, que certamente encantarão pessoas de todas as idades. 

O melhor de tudo é que elas requerem ingredientes que são fáceis de serem encontrados em qualquer lugar. Pode ser até que você os tenha em casa! 

Gostou? Então aprenda a fazer as melhores bebidas com café gelado e divirta-se! 

Café gelado com laranja e tônica

Essa é uma bebida bem diferente e muito saborosa. O melhor de tudo é que é feita com apenas cinco ingredientes. São eles:

  • 100 ml de café gelado
  • 2 paus de canela
  • 200 ml de água tônica
  • 1 laranja
  • Gelo a gosto

Descasque a laranja, corte finas tiras da casca e toste no forno quente. Tenha cuidado para não queimar, pois, esse processo é rápido. 

Em um copo grande, coloque bastante gelo, o café e a água tônica. Acrescente algumas gotas do suco da laranja e decore com a canela e as tiras da casca de laranja tostada. Está pronto! É só beber! 

Café gelado com sorvete 

Está com vontade de comer doce e, ao mesmo tempo, beber um café gostoso? Misture os dois ao fazer esse preparo de café gelado com sorvete. Você vai precisar de:

  • Uma xícara de Café Sabor da Fazenda bem forte ou de café expresso gelado (coloque no freezer para ser mais rápido);
  • 250ml de leite;
  • canela em pó;
  • 4 colheres de chocolate em pó 70% (ou mais) cacau;
  • 4 colheres de achocolatado em pó
  • 5 colheres de sorvete de creme
  • canela em pó
  • açúcar ou adoçante a gosto 
  • cobertura de chocolate

Coloque tudo, menos a calda de chocolate e a canela, no liquidificador e bata rapidamente. Passe calda de chocolate na lateral interna do colo, despeje o líquido batido e finalize polvilhando a canela. Beba na sequência. 

Café gelado com sorvete e creme de avelã 

Há várias maneiras de fazer café gelado com sorvete e essa receita é ótima para quem é fã de creme de avelã. Você vai precisar de:

  • ¼ de copo de leite integral;
  • 1 bola de sorvete de creme;
  • dois cafés expressos ou a mesma quantidade de café feito na cafeteira italiana ;
  • 1 colher (sopa) de creme de avelã
  • pedras de gelo
  • Chantilly a gosto

Coloque o café, o creme de avelã, as pedras de gelo, o leite e o sorvete no liquidificador e bata para que a mistura fique homogênea. Coloque a mistura em um copo e, por cima, decore com chantilly.

Frappuccino

Essa bebida é deliciosa e feita com pedras de café! Você vai precisar de:

  • 1 copo de café coado concentrado, que deve ser colocado em forminha de gelo e congelado
  • 1 colher (sopa) de açúcar
  • 1 copo de leite integral gelado
  • 1 colher (sopa) de chocolate em pó 70%
  • Chantilly a gosto
  • Calda de chocolate

Coloque todos os ingredientes, menos o chantilly e a calda, no liquidificador e bata até ficar homogêneo. Não precisa bater por muito tempo. Garanta apenas que o gelo foi triturado. 

Decore a lateral do copo com a calda de chocolate. Despeje o café gelado no colo e finalize com chantilly. Está pronto! 

Gostou? Quer aprimorar mais? Então conheça os principais cursos ligados ao mundo do café!


Café corta o efeito do remédio?

Você sabia que é preciso ter cuidado com o que come ou bebe quando ingere alguns medicamentos? Embora boa parte deles não tenha restrições, há alguns princípios ativos que não podem ser ingeridos com café, leite, entre outros alimentos. 

Dentre os fármacos que têm essas restrições há alguns que são muito usados como, por exemplo, a tetraciclina, que não pode ser ingerida com leite. Mas, por que essas restrições existem? Quando o café pode prejudicar a ação do medicamento? Siga a sua leitura e descubra! 

Por que alguns remédios não podem ser ingeridos com qualquer alimento?

Se você já tomou tetraciclina alguma vez na vida, provavelmente o seu médico avisou para que não a ingerisse com leite ou derivados do leite. Isso acontece porque o cálcio existente no alimento pode diminuir a ação do antibiótico.

O mesmo vale para outros cuidados em relação à alimentação e a ingestão de fármacos. Dependendo do que a pessoa comer ou beber, pode prejudicar a ação ou intensificar a ação do medicamento.

Quando o café se torna um problema com a ingestão de remédios?

Geralmente, o problema de alimentos que contém cafeína, como o café, é quando ingeridos junto aos broncodilatadores. Segundo o FDA (que regulamenta medicamentos nos Estados Unidos), quando um produto contém o princípio ativo teofilina, ele não deve ser ingerido por nenhum alimento que tenha cafeína. 

A teofilina é uma medicação relativamente comum e indicada, frequentemente, para quadros de: 

  • asma;
  • bronquite;
  • doença pulmonar obstrutiva crônica

De acordo com o órgão, a cafeína eleva a toxicidade da medicação. Dessa forma, pode intensificar efeitos indesejados como, por exemplo, taquicardia e agitação.

Algo semelhante pode acontecer quando a cafeína for ingerida com o ciprofloxacino. A pessoa poderá apresentar dor de cabeça, insônia e náusea.

Assim, com essas medicações é preciso evitar a ingestão de alimentos como, por exemplo:

  • Chás preto e verde;
  • Refrigerantes;
  • Bebidas energéticas;
  • Chocolate;
  • Café.

Outras interações entre medicamentos e alimentos que devem ser evitadas

 

  • Varfarina
É indicado não comer, em excesso, alface, cenoura, espinafre e brócolis, que são alimentos que têm bastante vitamina K (fator que influencia na coagulação sanguínea).
  • Imipramina
  • Nortriptilina
  • Amitriptilina
  • Clomipramina
Evitar a ingestão em conjunto com alimentos que têm muita fibra como mamão, figo, cereais e kiwi.
  • Paracetamol
Evitar a ingestão em conjunto com alimentos que têm muita fibra como mamão, figo, cereais e kiwi.
  • Ciprofloxacino
  • Ofloxacino
  • Tetraciclina
  • Norfloxacino
Evitar alimentos como leite, carnes ou castanhas, que contém cálcio, ferro ou magnésio.
  • Digoxina
Evitar a ingestão em conjunto com alimentos que têm muita fibra como mamão, figo, cereais e kiwi.
Antidepressivos (diversos) Evitar a ingestão de bebidas alcoólicas, pois pode provocar insônia, agitação, insuficiência respiratória, arritmia cardíaca.
Calmantes  Evitar a ingestão de bebidas alcoólicas, pois pode provocar insônia, agitação, insuficiência respiratória, arritmia cardíaca.
Anticonvulsivantes  Evitar a ingestão de bebidas alcoólicas, pois pode provocar insônia, agitação, insuficiência respiratória, arritmia cardíaca.

Viu quantos detalhes existem em relação aos diferentes tipos de medicamentos? Na dúvida sempre converse com o seu médico, para ele poder orientar a melhor maneira de ingerir a medicação e obter o resultado esperado. 

Também se lembre de que o café age no sistema nervoso. Veja como isso acontece


Como a cafeína pode auxiliar nos exercícios físicos

Por que é indicado tomar café antes de fazer exercícios físicos? Essa é uma pergunta frequente e que tem uma resposta simples. O café tem uma substância chamada cafeína, sendo um estimulante cerebral. Por isso, quando ingerido antes de praticar atividade física, acaba aumentando a disposição.

Consequentemente, colabora para aumentar a queima de gordura, além de diminuir a sensação de cansaço depois que a pessoa treina. Em suma, beber café pode ajudar a obter melhor desempenho na hora de se exercitar. Saiba mais sobre esse hábito e confira dicas! 

A cafeína ajuda em que tipo de treino?

Como a cafeína age como um estimulante para o corpo, ela ajuda tanto em treino aeróbico quanto no anaeróbico. Assim, não importa qual tipo de atividade física você faça, beber café é uma boa opção.

Vale lembrar que além de beber antes, para ter energia na hora de ir para a academia, a cafeína também é benéfica quando ingerida depois dos exercícios físicos. A cafeína ajuda no transporte de glicose para os músculos. Consequentemente, colabora para a recuperação muscular.  

Posso beber café e comer depois do treino? 

Um estudo realizado por cientistas da Sociedade Americana de Fisiologia revelou que quando a pessoa ingere café e carboidrato após o treino, o desgaste físico é menor. Isso acontece porque quando a pessoa ingere os alimentos, há um aumento de glicogênio nos músculos.

Isso acontece porque a cafeína agiliza a transformação de glicose em glicogênio, o que potencializa a recuperação pós-treino. Além disso, o café colabora para ativar a estimular a ação de enzimas ligadas à recuperação muscular, ativar a circulação sanguínea e aumentar a queima de gordura. 

Qual a quantidade de cafeína que pode ser ingerida? 

Um café fresquinho é uma delícia, mas como a bebida deixa a pessoa muito acordada, por vezes, é preciso ter alguns cuidados. Um deles é o de tentar evitar beber perto da hora de dormir, para que a cafeína não prejudique o sono.

Outro ponto é em relação à quantidade. Geralmente, é indicado que a pessoa ingira no máximo 6 mg de cafeína por quilo e peso. Isso daria, cerca de, quatro xícaras de café forte. 

Entretanto, uma pesquisa realizada pela Universidade da Austrália do Sul sugere que ao beber até seis xícaras de café por dia, a pessoa aumenta a longevidade. Vale lembrar que não é só no café que tem cafeína. Veja outros alimentos:

Produto Quantidade de cafeína (mg)
Sabor da Fazenda torrado (150 ml)                   85
Café instantâneo (150 ml)                   60
Café descafeinado (150 ml)                   3
Chá feito com folhas (150 ml)                   30
Chá instantâneo (150 ml)                   20
Chocolate ao leite (29 g)                   6
Chocolate amargo (29 g)                   20
Achocolatado (180 ml)                   4
Refrigerantes Cola (180 ml)                 18

Na dúvida, converse com o seu médico ou nutricionista.

Em suma, o café ajuda a pessoa a ficar mais animada e a render mais nos treinos. Ao mesmo tempo, colabora para a recuperação muscular e com a quebra de gordura. Assim, a cafeína, quando consumida adequadamente, é uma ótima aliada de quem pratica exercícios físicos. 

Gostou? Então aprenda como fazer café na prensa francesa e ingira cafeína

 


Quais os benefícios de tomar café sem açúcar?

Você bebe café sem açúcar? Muitas pessoas já aderiram a essa forma de degustar a bebida favorita. No entanto, a maioria não dispensa açúcar, rapadura ou umas gotinhas de adoçante. Qual é a sua preferência?

Seja qual for o caso, é importante se lembrar de que o açúcar do café pode se tornar um problema. Afinal, além de algumas pessoas não poderem ingerir devido a problemas de saúde como, por exemplo, triglicérides alterado ou diabetes, há também as calorias.

Meia colher de café de açúcar pode não fazer tanta diferença no volume de calorias ingeridas no dia. No entanto, quem coloca mais ou bebe várias xícaras diariamente, acaba ingerindo muito açúcar, o que pode não ser bom.

Assim, evitar o açúcar pode ser uma boa opção. Veja algumas vantagens em optar por café sem açúcar no dia a dia! 

Por que é bom tomar café sem açúcar?

Veja alguns benefícios que você pode obter ao tomar café sem açúcar! 

Diminui as chances de diabetes e triglicérides alterado 

Muitos dizem que o açúcar é “viciante”. Isso se dá pelo fato da ingestão de um doce poder aumentar a vontade de comer outro, e outro, e mais outro. Para evitar esse efeito cascata o melhor mesmo é evitar o açúcar e isso é válido também na hora de beber café. 

Vale lembrar que o consumo desordenado de açúcar pode favorecer o desenvolvimento de doenças como a diabetes e causar alteração nos triglicérides, em quem já tem tendência. Assim, ao optar pelo café sem açúcar a pessoa pode estar diminuindo as chances de desenvolver problemas como esses. 

Evita o ganho de peso

Uma colher de chá de açúcar refinado contém 20 calorias. Quantas você coloca para adoçar o seu café? E quantas xícaras de café você bebe diariamente? Multiplique essa quantia por 30 e, provavelmente, vai se assustar com a quantidade de calorias ingeridas ao beber café com açúcar.

Assim, optar pelo café sem açúcar é uma maneira de evitar o ganho de peso. Afinal, o café é um alimento termogênico e ativa o metabolismo, mas o açúcar pode prejudicar esses benefícios, já que acaba levando caloria para o corpo.

Sente o melhor sabor 

O açúcar atrapalha a apreciação total da bebida, pois altera o gosto. Assim, quem bebe café sem açúcar consegue desfrutar melhor cada detalhe trazido pelo grão, tipo de torra, entre outros. 

Como começar a tomar café sem açúcar?

Quem gosta de café bem doce, mas tem vontade de passar a beber café sem açúcar, deve fazer a transição lentamente. Não é indicado cortar o açúcar de uma vez.

O melhor é diminuir a quantidade, pouco a pouco, até se acostumar. Afinal, se cortar o açúcar de uma vez certamente vai estranhar o sabor e o processo de mudança poderá se tornar mais difícil. 

Se, por exemplo, você usa duas colheres de açúcar para ajudar a sua xícara, comece a colocar apenas uma. Beba com uma até se acostumar. Depois disso, repita o procedimento Poxa com meia colher de açúcar. Beba até se acostumar com o café menos doce. Só quando estiver acostumado comece a beber café sem açúcar. Aos poucos fica mais fácil fazer essa transição. 

Com o café sem açúcar você consegue até sentir a diferença de sabor entre a torra clara e escura. Você sabe o que é isso? Então descubra